Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Não há nenhum plano B" para taxar subsídio de férias em novembro - Gaspar

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 25 jun (Lusa) -- O ministro das Finanças afirmou hoje no parlamento que "não há nenhum plano B" para taxar o subsídio de férias em novembro e que o uso de aumento de impostos para cumprir metas orçamentais "foi completamente esgotado".

"Quero garantir aos senhores deputados que não há nenhum projeto, não há nenhum plano B, não há nenhuma contingência que tenha a ver com o pagamento desse subsídio [o de férias] em novembro", afirmou Vítor Gaspar no Parlamento, depois de todos os partidos da oposição o terem acusado de não querer pagar este subsídios aos trabalhadores e pensionistas.

O ministro das Finanças disse ainda que "não existe qualquer intenção [do Governo] de usar aumentos de impostos para assegurar o ajustamento orçamental", reiterando que "essa via, no quadro deste programa, foi completamente esgotada".