Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Moçambique: FMI defende "publicação e transparência" dos contratos com megaprojetos

Lusa economia

  • 333

Maputo, 07 jun (Lusa) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) defendeu hoje a "publicação e transparência" dos contratos assinados pelo governo moçambicano e empresas ligadas à indústria extrativa em Moçambique, apelando às autoridades de Maputo a elaborarem contratos-padrão que obedeçam a normas internacionais.

Falando aos jornalistas no final de uma palestra intitulada "Perspetivas Económicas Regionais para África Subsariana", o representante do FMI em Moçambique, Victor Lledó, reconheceu que "os contratos têm coisas de natureza competitiva que, em princípio é desvantajoso a empresa publicar, mas do ponto de vista dos termos fiscais estes contratos devem ser publicados".

"Dentro dos seus guiões de transparências uma das nossas propostas claras é que os contratos devem ser publicados", afirmou Victor Lledó, sublinhando que o FMI é de opinião de que "os próximos contratos sejam contratos modelos", observando princípios internacionais.