Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Moçambique: Exclusivo da pesca de atum atribuído à britânica Lonrho

Lusa economia

  • 333

Maputo, 12 set (Lusa) - A empresa britânica Lonrho anunciou hoje que à sua divisão Oceanfresh Seafood foi atribuída a exclusividade da pesca de atum na zona económica exclusiva de Moçambique, por um período de cinco anos.

Sem divulgar o valor da concessão, a empresa revelou, num comunicado divulgado em Londres, ter sido autorizada a pescar atum até 12 mil toneladas por ano, nas 200 milhas da zona económica exclusiva moçambicana.

"Esta é a primeira vez que o governo de Moçambique atribui direitos de pesca por um período superior a um ano e coincide com a melhoria dos armazéns de frio e outras facilidades da Lonrho no porto de pesca de Maputo", considerou a empresa.