Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mergulhador morre no rio Mondego na apanha ilegal de amêijoa -- Capitania

Lusa economia

  • 333

Figueira da Foz, 20 mai (Lusa) - Um homem com 22 anos morreu hoje no rio Mondego, nos arredores da Figueira da Foz, quando se dedicava à pesca de amêijoa, através de mergulho com botijas, prática que é ilegal, disse o comandante do Porto.

O alerta às autoridades para o desaparecimento do mergulhador foi dado às 15:13, através de um telefonema anónimo, tendo o corpo do jovem sido encontrado no rio, junto à povoação de Vila Verde, cerca de 30 minutos depois, "à tona de água e já cadáver", disse Rui Amado à agência Lusa.

Segundo o responsável da Capitania da Figueira da Foz, a vítima dedicava-se à apanha "ilegal" de amêijoa, dado estar a mergulhar "com botijas, o que é proibido" e estaria no rio "sozinho".