Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Medvedev ameaça reduzir a participação do euro nas reservas russas

Lusa economia

  • 333

Moscovo, 21 mar (Lusa) -- O primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, ameaçou reduzir a participação do euro nas reservas russas se a gestão da crise financeira em Chipre lesar os interesses do seu país.

A perspetiva de um imposto excecional decretado pela União Europeia para os depósitos bancários em Chipre, constituídos em grande parte por fundos russos, "é uma razão para refletir" sobre o euro, declarou o primeiro-ministro russo numa entrevista concedida a meios de comunicação europeus e publicada hoje no portal do Governo de Moscovo.

"Se tal for possível em Chipre, porque não será possível em Espanha, Itália ou noutros países que sofrem problemas financeiros?", questionou.