Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Materiais inadequados em aterro causaram derrocada em Guimarães - relatório

Lusa economia

  • 333

Guimarães, 29 mai (Lusa) - A derrocada de terras na estrada que liga Guimarães a Fafe, a 02 de abril, terá sido provocada pela "deficiente execução" e utilização de materiais "inadequados" na construção do aterro que sustentava a construção habitacional na encosta da via.

Estas são conclusões do relatório da Comissão de Avaliação constituída pela Câmara Municipal de Guimarães para averiguar as causas da "pequena tragédia" em Mesão Frio, que levou a que seis famílias ficassem desalojadas e que por "razões de segurança" continuem "sem data" para voltarem a casa.

Contactada pela agência Lusa, a empresa Manuel & Fernando Moreira, Lda, responsável pela construção do referido aterro, na Travessa da Ribeira, Mesão Frio, não quis prestar declarações sobre este relatório, referindo ainda a "chuva intensa" do mês de março como facto que complicou a "débil" situação do aterro.