Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Madeira: Estado perdeu 360 milhões em três anos com saída de empresas da zona franca - CINM

Lusa economia

  • 333

Funchal, 02 out (Lusa) - A Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (SDM) disse hoje que as mil empresas que abandonaram o Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM) desde 2011 representam um prejuízo para o Estado na ordem dos 360 milhões de euros.

"Prevê-se que com a saída das cerca de 1.000 empresas que abandonaram a Zona Franca da Madeira, desde o início de 2011, deixem de entrar nos cofres do Estado, só em IRC, mais de 160 e de 200 milhões de euros com referência, respetivamente, a 2012 e 2013", diz hoje um comunicado da SDM.

A empresa concessionária do CINM salienta não ser "verdade que os portugueses contribuam com verbas para empresas sediadas na Zona Franca da Madeira" porque "as empresas que estão registadas na Zona Franca da Madeira estão sujeitas ao pagamento de impostos, criam emprego e contribuem para o desenvolvimento económico da Região e do país".