Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Lentidão" na recuperação económica é risco para empresas portuguesas

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 12 mai (Lusa) -- A lentidão da recuperação da economia é o principal risco de negócio identificado pelas empresas portuguesas, também preocupadas com a fiscalidade e justiça, disse à Lusa o diretor-geral da AON Portugal, Pedro Penalva.

O estudo Aon Global Risk Management para 2013, a que a Lusa teve acesso, não dispõe de indicações específicas sobre Portugal, apenas uma análise regional, mas o gestor disse à Lusa que, na sua visão, "o principal risco de negócio para as empresas é o "de uma lentidão da recuperação económica", mais do que de uma desaceleração da atividade.

Também em Portugal se verifica a "consistência" observada no risco de recessão económica/recuperação económica lenta, bem como o risco de um "conjunto de aspetos regulatórios e de alterações legislativas, nos quais se incorpora a questão fiscal e da justiça", salientou.