Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lagarde apela a "ações urgentes" na zona euro

Lusa economia

  • 333

Tóquio, Japão, 11 out (Lusa) -- A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, congratulou-se hoje com as políticas dos bancos centrais da Europa, Estados Unidos e Japão, mas alertou para a necessidade de mais "ações urgentes" na zona euro.

Em conferência de imprensa em Tóquio, no âmbito das reuniões anuais do FMI e do Banco Mundial, Lagarde lembrou que a zona euro é o "epicentro da crise" atual e, apesar de reconhecer que os seus membros adotaram medidas para a combater, constatou que "há que fazer mais e com maior rapidez".

Para a responsável máxima pelo FMI é necessário concluir as reformas do setor financeiro para que este se torne mais seguro do que há cinco anos, adotar "estratégias fidedignas" para reduzir a dívida e apoiar o crescimento para se promover emprego.