Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Juros no crédito à habitação com recuo 'ténue' em abril para 1,442% - INE

Lusa economia

  • 333

Redação, 23 mai (Lusa) - A taxa de juro implícita nos contratos de crédito à habitação diminuiu "de forma ténue" em abril, para 1,442%, e a prestação média vencida manteve-se nos 260 euros, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Face a março, a taxa de juro recuou 0,006 pontos percentuais (p.p.), para um novo mínimo da série iniciada em janeiro de 2009, enquanto a prestação média vencida para a globalidade dos contratos registou um valor idêntico.

Nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita foi 3,149%, mais 0,035 p.p. do que no mês anterior.