Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Japão: Sharp pondera despedimentos e reformas antecipadas para travar prejuízos

Lusa economia

  • 333

Tóquio, 24 jul (Lusa) -- A multinacional japonesa Sharp está a estudar pela primeira vez despedimentos em grande escala em todo o mundo e a venda de fábricas para compensar as perdas que espera no primeiro trimestre do ano fiscal, revelou hoje o diário Nikkei.

Entre abril e junho, o primeiro trimestre do ano fiscal japonês, a Sharp espera perdas de 100.000 milhões de ienes (1.054 milhões de euros), devido essencialmente a perdas na área das televisões LCD e dos painéis solares.

Além de ter reduzido significativamente a capacidade de produção na fábrica de Sakai, centro do Japão, a Sharp registou prejuízos líquidos recorde de 376.000 milhões de ienes (3.955 milhões de euros) no exercício de 2011 e espera prejuízos de 30.000 milhões de ienes (315,5 milhões d eeuros) no atual ano fiscal, que termina em março de 2013.