Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Japan Tobacco planeia cortar 1.600 postos de trabalho

Lusa economia

  • 333

Tóquio, Japão, 30 out (Lusa) -- A Japan Tobacco, uma das maiores tabaqueiras do mundo, planeia cortar 1.600 postos de trabalho e fechar quatro fábricas, na sequência da queda das vendas, informou hoje a imprensa nipónica.

A empresa prevê dispensar cerca de um quinto dos seus 8.900 funcionários e fechar quatro das suas nove fábricas no Japão, bem como reduzir o número de escritórios de 25 para 15, de acordo com a NHK, que cita fontes não identificadas.

A JT, cujas marcas internacionais incluem a Winston e Camel, tem visto as suas vendas caírem no mercado japonês.