Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Investimento português em Moçambique só com "músculo financeiro" - AEP

Lusa economia

  • 333

Porto, 08 mar (Lusa) -- A recente descoberta de reservas de gás e carvão em Moçambique fez disparar o interesse dos empresários portugueses naquele mercado, mas há que ter "músculo financeiro" e "trabalho de casa bem feito" para investir no país, alerta a AEP.

Em declarações à agência Lusa à margem do 'workshop' "Moçambique - Perspetivas e oportunidades de negócio para as empresas portuguesas", que hoje decorreu em Matosinhos, a diretora da área internacional da Associação Empresarial de Portugal (AEP) disse tratar-se de um mercado "muito recetivo aos portugueses, que reconhece as suas capacidades", mas salientou que os empresários nacionais "deverão ter o trabalho de casa bem feito e saber posicionar-se no mercado".

É que, disse Maria Helena Ramos, em Moçambique estão já presentes "operadores económicos de muitos países" e a recente descoberta de recursos naturais fez disparar a "apetência" por este mercado, o que implica "cuidados redobrados para não se tomarem posições precipitadas".