Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/Swap: Teixeira dos Santos garante que nunca deu concordância a 'swap' do Citigroup

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 09 ago (Lusa) -- O ex-ministro das Finanças Teixeira dos Santos, do anterior Governo, garantiu hoje que nunca deu concordância aos 'swap' para baixar artificialmente o défice orçamental propostos pelo Citigroup em 2005.

Num esclarecimento enviado à Lusa, o anterior governante responde assim a notícias que se seguiram aos documentos distribuídos esta quinta-feira pelo Governo, em que constava um ofício dos assessores económicos de José Sócrates -- Vítor Escária e Óscar Gaspar -- a dar conta de propostas do Citigroup e do Barclays de 'swap' que permitiriam reduzir o défice orçamental em 2005.

Este ofício foi então enviado ao chefe de gabinete de José Sócrates, Luís Patrão, que o reencaminhou para o gabinete de Teixeira dos Santos, que no mesmo escreve "visto, com interesse, à atenção do Exmo. SETF [secretário de Estado do Tesouro e Finanças]", Carlos Costa Pina. Teixeira dos Santos esclarece agora que esta nota escrita no ofício - na qual diz "visto, com interesse" - não significa de maneira alguma uma concordância do seu gabinete à proposta apresentada.