Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Inquérito/PPP: Paulo Campos estranha só ser chamado quase um ano depois do início do inquérito

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 18 dez (Lusa) - O antigo secretário de Estado das Obras Públicas Paulo Campos disse hoje ter estranhado ser chamado para prestar declarações na comissão de inquérito parlamentar às parcerias público-privadas (PPP) quase um após a sua constituição.

"Quem assistir a estas comissões verá que o meu nome é sistematicamente citado. Estranho que só ao fim de um ano me chamam", afirmou hoje Paulo Campos, na intervenção inicial na comissão de inquérito.

O antigo governante de José Sócrates manifestou ainda "estranheza" por ter sido chamado para prestar esclarecimentos sobre a renegociação do contrato com a concessão Brisa, sobre a qual "nunca" viu nenhuma insinuação.