Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Incerteza política em Portugal pesou nos títulos da dívida nacional - BCE

Lusa economia

  • 333

Frankfurt, 27 nov (Lusa) -- O Banco Central Europeu (BCE) declarou hoje que a incerteza política sentida em Portugal durante o verão pesou, à semelhança de Itália, nos títulos da dívida soberana nacional, tendo os mercados assimilado os acontecimentos como "idiossincráticos".

Na sua análise da estabilidade financeira de novembro, o BCE escreve que "na sequência da acalmia significativa do segundo semestre de 2012, as tensões soberanas permaneceram contidas apesar da volatilidade observada nos mercados financeiros globais", acrescentando que os 'spreads' a 10 anos caíram, desde maio, data da última análise divulgada pelo BCE, em diversos países "sujeitos a stress intermitente" nos últimos anos: 55 pontos em Espanha, 50 na Irlanda, 30 em Itália e 25 em Portugal.

"Os desenvolvimentos relativamente menos favoráveis nos últimos dois países podem ser relacionados com a incerteza política durante o verão. Em claro contraste com as fases mais severas de stress dos últimos anos, estas incertezas ao nível nacional foram digeridas pelos mercados como idiossincráticas em vez de sistémicas, com repercussões limitadas", adiantou o BCE.