Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Hotelaria estima prejuízos entre os 800 a 900 mil euros devido à greve na Sata

Lusa economia

  • 333

Ponta Delgada, 02 mai (Lusa) - O delegado nos Açores da Associação da Hotelaria de Portugal estimou hoje que só na cidade de Ponta Delgada o setor possa registar prejuízos entre os 800 a 900 mil euros nos dois períodos de greve dos trabalhadores da Sata.

"O prejuízo já está feito. Prevemos que só na cidade de Ponta Delgada se devam atingir prejuízos na ordem dos 800 a 900 mil euros nos dois períodos de greve, do rali e Festas do Santo Cristo, só na parte da hoteleira, sem falar na indústria paralela, o caso dos restaurantes, animação ou rent-a-cars que também estão a registar prejuízos", afirmou Humberto Pavão, em declarações à Lusa.

Os trabalhadores da transportadora aérea açoriana iniciaram hoje o segundo período de greve, que se estende até sábado, depois de não ter sido possível chegar a um entendimento entre a plataforma de sindicatos e a Sata, numa reunião na terça-feira, em Lisboa.