Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Honório Novo, do PCP, acusa Carlos Costa de querer ser primeiro-ministro

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 04 jun (Lusa) -- O deputado comunista, Honório Novo acusou hoje o governador do Banco de Portugal de querer ser primeiro-ministro de Portugal, uma sugestão que Carlos Costa afastou, depois de considerar como um desafio futuro a "demagogia no debate público".

Honório Novo afirmou que o governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, que está hoje a apresentar a atividade do banco central no último ano na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública, se prepara para "seguir o exemplo de Mario Monti", ex-primeiro-ministro de Itália.

A esta sugestão, Carlos Costa disse não ser essa a sua intenção: "Nunca serei tão alto como ele [Mario Monti] e espero, quando tiver a idade que ele tem, estar na reforma", afirmou o governador do Banco de Portugal.