Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Hollande defende que Estados não podem esperar que mercados resolvam a crise sozinhos

Lusa economia

  • 333

Paris, 29 out (Lusa) -- O Presidente francês defendeu hoje, depois de um encontro inédito, em Paris, com os responsáveis de cinco grandes organizações económicas internacionais, que, se os Estados ficarem à espera de que os mercados resolvam sozinhos a crise, ela vai prolongar-se.

"Se deixamos os mercados sozinhos, se esperamos que sejam eles, e apenas eles, a resolver a crise, temo que [ela] dure por muito tempo. Precisamos de mecanismos, de regulação, de ação", declarou François Hollande.

Hollande falava à imprensa depois de um encontro com o chefe do Banco Mundial, Kim Young-jim, com a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, com o chefe da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, com o secretário-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Guy Rider, e com o presidente da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), Ángel Gurría.