Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Guerra de moedas" coloca governo japonês no centro das críticas no G20 em Moscovo

Lusa economia

  • 333

Tóquio, 14 fev (Lusa) - O governo japonês deverá estar no centro das críticas da reunião ministerial do G20, que se realiza sexta-feira e sábado em Moscovo, depois de ter sido acusado de ter provocado uma desvalorização do iene.

Antes deste encontro dos países desenvolvidos e emergentes, os ministros das Finanças e os banqueiros centrais dos Estados ricos do G7, incluindo o Japão, tentaram desmistificar o assunto, assegurando que deixariam que o mercado fixasse livremente as taxas de câmbio, mas a reunião do G20 deverá ser marcada pela "guerra de moedas".

Na terça-feira, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afirmou mesmo que "não há nada que se pareça com uma guerra de moedas" e que portanto "é um exagero" falar disso.