Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governos europeus estão a ir "demasiado longe" na austeridade - Schulz

Lusa economia

  • 333

Bruxelas, 27 abr (Lusa) - O presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, diz numa entrevista hoje publicada que os governos dos países da União Europeia estão a ir "longe demais" nas políticas de austeridade.

"A nível nacional, estamos a ir longe demais na política de austeridade. O argumento que consiste em dizer que com a redução dos orçamentos públicos regressa a confiança dos investidores é manifestamente falso", afirmou o social-democrata alemão na entrevista ao diário belga 'L'Echo'.

Numa altura em que o debate entre austeridade e crescimento económico aquece, sobre um fundo de recessão e desemprego na Europa, Schulz - que hoje faz o discurso de abertura do segundo dia do Congresso do Partido Socialista, em Santa Maria da Feira - diz que "nenhuma economia nacional se endireita sem um relançamento económico com investimentos estratégicos".