Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo/2 anos: Realidade mais negra e expectativas pouco otimistas marcam governação

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 04 jun (Lusa) -- Dois anos após a coligação PSD/CDS ter chegado ao Governo, a economia continua em recessão e as perspetivas para o fim da legislatura mantêm-se pouco otimistas.

A recessão, que foi mais profunda em 2012, voltará a repetir-se este ano com a economia a recuar mais que 2%. E mesmo para 2015 o crescimento esperado será mais baixo que o previsto há dois anos quando a 'troika' apresentou as suas previsões para a economia nacional no acordo que permitiu a Portugal receber um empréstimo de 78 mil milhões de euros.

O memorando inicial da 'troika' esperava que a economia estivesse a crescer 2,2% em 2015 (após outros dois anos de crescimento), no Documento de Estratégia Orçamental (DEO) de abril o Governo espera, no entanto, um crescimento de 1,5% após voltar a crescer pela primeira vez em 2014 e apenas na ordem dos 0,6%.