Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo/2 anos: Eleições antecipadas podem gerar "intranquilidade" em Berlim - especialista

Lusa economia

  • 333

Berlim, 00 jun (Lusa) - Um retrocesso na aplicação do programa da 'troika' ou eleições antecipadas em Portugal podem gerar "intranquilidade" em Berlim, considera uma especialista em assuntos europeus de um 'think tank' alemão.

Almut Möller, responsável pelo departamento de política europeia do 'think tank' alemão DGAP (Concilio Alemão para as Relações iz Externas), que falou com a Lusa em Berlim, qualquer retrocesso no memorando assinado com a 'troika', como os efeitos que um eventual cenário de eleições antecipadas poderia ter em Portugal, "não seriam uma boa notícia para Berlim".

"Uma zona euro controlada será uma das bandeiras para Angela Merkel nas próximas eleições. Mais uma crise poderá afetar a sua recandidatura" nas legislativas de setembro, referiu à Lusa a especialista em assuntos europeus da organização que se dedica ao debate das relações externas na Alemanha, numa altura em que o governo português completa dois anos desde que foi eleito.