Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo gasta até 3,7 ME para criar fundos de compensação de trabalho

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 05 jul (Lusa) - A aquisição e desenvolvimento dos sistemas informáticos necessários para criar os novos fundos de Compensação de Trabalho e de Garantia de Compensação do Trabalho pode custar até 3,7 milhões de euros e será feita por ajuste direto.

Segundo a resolução do Conselho de Ministros que autoriza a despesa relativa à aquisição dos serviços "imprescindíveis e inadiáveis" para que os fundos entrem em funcionamento em outubro de 2013, o montante máximo será de 3,7 milhões de euros e será feito "com recurso ao procedimento pré-contratual de ajuste direto".

A resolução foi aprovada no Conselho de Ministros de quinta-feira e publicada no mesmo dia à noite.