Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo: Crise política revela "falta de mandato forte" para cumprir programa - JP Morgan

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 04 jul (Lusa) - Os economistas do JP Morgan defendem que a crise política em Portugal demonstra "a falta de mandato forte" para cumprir o programa de assistência e que a realização de eleições é o pior cenário para a Alemanha.

"Independentemente do que acontecer, esperamos que Portugal procure a renegociação dos termos do programa atual. A discórdia política dos últimos dias evidenciou a falta de mandato forte para cumprir o programa tal como ele é atualmente", defendem os economistas do JP Morgan, alertando que "isto vai ser desafiante".

Num relatório especial hoje divulgado com o título "Renegociar Portugal: opções e riscos", os técnicos do JP Morgan reconhecem que Portugal enfrenta uma série de desafios difíceis nos próximos dias e semanas, com a possibilidade de as perturbações políticas se prolongaram além do horizonte da próxima revisão da 'troika' [Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu e Comissão Europeia] que começa a 15 de julho".