Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo adia para 16 de dezembro entrega de propostas vinculativas à compra da Caixa Seguros

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 26 nov (Lusa) -- O Ministério das Finanças adiou por um mês o prazo de entrega das propostas vinculativas à compra das seguradoras do Grupo CGD, agora com o limte de 16 de dezembro, segundo um despacho hoje publicado em Diário da República.

O adiamento deste prazo do processo de privatização do grupo segurador, que detém a Fidelidade, Multicare e Cares, e que tinha a data limite de 11 de novembro, é justificado pelo Governo com a "grande quantidade" de informação para análise e a "acrescida complexidade" do processo de alienação das companhias de seguros.

"A segunda fase destinada à preparação das propostas vinculativas implica um conhecimento aprofundado por parte dos oferentes acerca da realidade subjacente às empresas seguradoras, à atividade seguradora no mercado nacional e às possibilidades de desenvolvimento do negócio após a concretização da alienação", lê-se no documento.