Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governador do BdP diz que debate público tem de se recentrar no crescimento

Lusa economia

  • 333

Porto, 31 out (Lusa) -- O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, disse hoje que o debate público tem de ser recentrado sobre o crescimento da economia portuguesa e não adiado para uma data posterior.

"Temos de colocar na ordem do dia a estratégia de crescimento para a economia portuguesa. Não é adiá-la para depois. É discuti-la já", afirmou Carlos Costa durante uma intervenção na abertura do ano letivo da Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP), durante a qual foi entregue o prémio Carreira ao presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Rio, também ele economista.

De acordo com o governador do Banco de Portugal, "a importância do crescimento económico para a trajetória do rácio da dívida pública pode ser ilustrada com um cálculo simples", segundo valores "plausíveis" para Portugal em 2015, que permitem uma previsão de, entre 2016 e 2020, um "aumento de um ponto percentual na variação do PIB, permite obter, no final do período, um rácio da dívida inferior ao cenário-base em cerca de 15 pontos percentuais".