Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Função Pública: "Não há condições" para aplicar mais austeridade aos funcionários públicos -- Hélder Rosalino

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 26 jun (Lusa) - O secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, afirmou hoje que "não há condições" para aplicar mais medidas de austeridade direcionadas para os funcionários públicos, embora não afaste a possibilidade de o Governo vir a aplicar mais medidas.

"Tendo em conta as medidas que foram aplicadas ao longo dos últimos anos, não considero que haja margem para aplicar mais medidas de austeridade direcionadas, exclusivamente, aos funcionários públicos", afirmou Hélder Rosalino no final de uma reunião em sede de concertação social.

O governante rejeitou "categoricamente" que o Executivo pretenda reduzir a despesa pública à custa de despedimentos na Administração Pública, mas salientou que com a reestruturação levada a cabo no âmbito do PREMAC (Plano de Reestruturação e Modernização da Administração Central) houve uma poupança superior a 200 milhões de euros em despesas com pessoal.