Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

França vai fazer corte adicional de 5.000 milhões para cumprir défice em 2014

Lusa economia

  • 333

Paris, 08 mar (Lusa) -- O primeiro-ministro francês, Jean-Marc Ayrault, pediu hoje um esforço adicional aos membros do governo para fazerem um corte adicional de 5.000 milhões de euros para poder cumprir os objetivos de redução do défice orçamental em 2014.

Numa carta enviada aos ministros, Ayrault esclareceu que este corte adicional "vai permitir recuperar as contas públicas e assegurar, ao mesmo tempo, o financiamento de medidas que reforcem a competitividade da economia e possibilitem lutar contra o desemprego".

Na semana passada, o ministro adjunto do ministro da Economia e Finanças encarregado do Orçamento, Jérôme Cahuzac, reconheceu que o país enfrenta "dois anos difíceis, 2013 e 2014, respetivamente", para conseguir atingir um défice de 3% do Produto Interno Bruto (PIB).