Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

França sofre de "fadiga do ajustamento" - Pierre Moscovici

Lusa economia

  • 333

Londres, 12 mai (Lusa) - O ministro das Finanças de França, Pierre Moscovici, disse hoje que o seu país sofre de "fadiga do ajustamento" e vincou a necessidade de combater o desemprego e aumentar o crescimento, considerando que entrar em recessão é "inaceitável".

"O nosso povo sente que existe qualquer coisa como uma fadiga do ajustamento, e querem empregos, empregos, empregos", disse Pierre Moscovici numa entrevista à televisão da Bloomberg à margem do G7, o encontro dos ministros das Finanças dos sete países mais ricos, que decorreu sexta e sábado em Aylesbury, perto de Londres.

"Isso não quer dizer que agora podemos relaxar - não podemos relaxar. Mas quer dizer que temos de pensar as nossas reformas estruturais. Temos primeiro que tudo de reduzir o défice estrutural e, ao mesmo tempo, preservar a capacidade da França de crescer e criar empregos", disse o ministro das Finanças.