Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI/Cortes: Redução na despesa só é possível com cortes nos salários e pensões

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 09 jan (Lusa) -- A meta de redução da despesa que o Governo terá de cumprir só pode ser atingida através de cortes na fatura do Estado com o pagamento de salários e pensões, considera o Fundo Monetário Internacional (FMI).

No relatório encomendado pelo Governo ao FMI sobre a despesa do Estado, a organização considera que "a meta de redução de despesa do Governo só pode ser atingida através do foco nas maiores rubricas orçamentais, em particular na despesa com salários e pensões".

O fundo destaca que estes dois itens correspondem a 58% da despesa primária do Estado (sem o serviço da dívida pública), o equivalente a 24% do Produto Interno Bruto (PIB) de Portugal, e que nesse sentido "pareceria impossível gerar as reduções de despesa necessárias para atingir as metas sem mudanças nestas duas áreas".