Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI diz que Portugal não se quer comparar com a Grécia rejeitando extensão das benesses

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 12 dez (Lusa) - O chefe da missão do FMI considerou que Portugal não se deve querer comparar com a Grécia na atual conjuntura, rejeitando de maneira implícita a possibilidade de Portugal beneficiar das novas condições no empréstimo internacional a Atenas.

Abebe Selassie respondia a questões sobre se Portugal ia ou não beneficiar de algumas das condições acordadas no seio do Eurogrupo relativas ao empréstimo à Grécia após a sua apresentação na Ordem dos Economistas, em Lisboa, sobre causas e soluções para a crise económica e financeira de Portugal.

Nesse período de debate, confrontado sobre este tema, Abebe Selassie não respondeu diretamente se Portugal devia ou iria beneficiar da melhoria nos custos do empréstimo ou da extensão das maturidades, afirmando apenas que é melhor Portugal não se comparar com a Grécia.