Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fitch revê em baixa previsão de crescimento do Brasil para 2,8% em 2014

Lusa economia

  • 333

Nova Iorque, 19 set (Lusa) - A agência de notação financeira desceu hoje a previsão de crescimento económico para o Brasil, prevendo agora que o país expanda a sua riqueza em 2,8% no próximo ano, descendo sete décimas face à estimativa inicial.

De acordo com o Global Economic Outlook, o Brasil deverá crescer, este ano, 2,5%, acelerando ligeiramente para os 2,8% nos dois anos seguintes, registando assim, em 2014 e 2015, o crescimento mais baixo dos chamados BRIC - Brasil, Rússia, Índia e China.

"Os indicadores de confiança foram afetados pela incerteza na política interna, uma relação difícil entre abrandamento do crescimento e inflação elevada e os extensos protestos nas ruas nas principais cidades brasileiras", escreve a Fitch no documento que mantém a previsão de crescimento para este ano nos 2,5%.