Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fisco: Novo regime de faturação não implicará custos para os agentes económicos - Secretário de Estado

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 18 jul (Lusa) -- O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais garantiu hoje que a reforma em sede do IVA, que torna obrigatória a emissão das faturas a partir de janeiro, não irá implicar custos acrescidos para os agentes económicos e para os consumidores.

"A reforma será promovida sem custos acrescidos para os agentes económicos e para os consumidores finais, sendo as necessárias adaptações às aplicações informáticas disponibilizadas sem custo pela Autoridade Tributária", afirmou Paulo Núncio, após reunião do Conselho de Ministros.

"Será promovida uma grande ação de divulgação desta reforma através do envio de comunicações eletrónicas e atendimento telefónico de forma a apoiar e esclarecer as dúvidas", sublinhou o secretário de Estado.