Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FEEF "liberta" 3,7 mil ME para Portugal e diz acreditar no regresso aos mercados

Lusa economia

  • 333

Luxemburgo, 19 nov (Lusa) -- O Fundo Europeu de Estabilidade Financeira aprovou hoje o desembolso de 3,7 mil milhões de euros para Portugal, na sequência das oitava e nona revisões do programa de assistência, que o seu diretor acredita que será concluído com êxito.

Com o desembolso deste montante, resultante da avaliação positiva da "fusão" das oitava e nona avaliações do programa de ajustamento -- concluídas no início de outubro passado -, fica apenas por atribuir 1,2 mil milhões de euros no quadro do programa de assistência financeira do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF) a Portugal, cuja conclusão está prevista para meados do próximo ano.

Numa declaração hoje divulgada desde o Luxemburgo, por ocasião da aprovação do desembolso da tranche, o diretor do FEEF, Klaus Regling, comentou que, "após um par de anos de ajustamento intenso e esforços tremendos do seu povo, Portugal atinge agora a fase decisiva do caminho para reconquistar o acesso aos mercados, o objetivo derradeiro do programa do FEEF".