Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Exportações chinesas abrandaram em novembro

Lusa economia

  • 333

Pequim, 10 Dez (Lusa) - O crescimento das exportações chinesas abrandou para 2,9 por cento em novembro passado, para 179,4 mil milhões de dólares (139 mil milhões de euros), enquanto as importações não variaram, anunciou hoje a Administração Geral das Alfândegas da China.

Comparado com os números do mês anterior, quando as exportações chinesas registaram a maior subida do ano (11,6 por cento), o excedente comercial da China em novembro diminuiu 38,6 pontos percentuais, para 19,6 mil milhões de dólares (15,19 mil milhões de euros).

A China é o maior exportador mundial, à frente da Alemanha e do Japão, e a segunda maior economia, logo a seguir aos Estados Unidos.