Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Exército chinês proíbe banquetes de luxo e licores para dar imagem de austeridade

Lusa economia

  • 333

Pequim, 22 dez (Lusa) - O Exército de Libertação Popular da China, o maior do mundo, proibiu que se sirvam licores ou se ofereçam banquetes de luxo nas reuniões de altos oficiais, para dar uma imagem de austeridade, informou hoje a imprensa oficial.

A Comissão Militar Central, a que preside o novo líder do partido comunista, Xi Jinping, desde 15 de novembro, também proibiu nas receções elementos como tapetes vermelhos, arranjos florais, atuações de artistas ou lembranças, entre outros.

Também se ordenou aos oficiais que reduzam o número de "viagens de inspeção" e ao estrangeiro, proibindo-os, nestes casos, de pernoitar em hotéis.