Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Europa mais penalizada na quebra de investimento em economias desenvolvidas - ONU

Lusa economia

  • 333

Genebra, 26 jun (Lusa) -- O fluxo de investimento direto estrangeiro nas 38 economias desenvolvidas a nível mundial caiu 32%, para 430 mil milhões de euros em 2012, com a Europa a registar o maior declínio, revelaram hoje as Nações Unidas.

Em comunicado acerca do relatório de investimento global para 2013, a Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, em inglês) explica que as economias desenvolvidas "encontravam-se numa tendência ascendente depois de terem atingido o fundo em 2009, mas a contração acentuada em 2012 reverteu todos os ganhos feitos em 2010 e 2011".

"Por região, o declínio foi mais pronunciado na Europa, onde os fluxos de entrada diminuíram 42% para um nível equivalente a pouco mais de um terço do pico atingido em 2007. Na América do Norte, caíram em 21%, enquanto na região Ásia-Pacífico, apesar dos fluxos no Japão se terem tornado positivos depois de dois anos sucessivos de desinvestimento líquido, a Austrália e a Nova Zelândia viram os fluxos de entrada cair em 14%", refere a UNCTAD.