Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estudo do CES defende políticas que assegurem aos idosos pensões adequadas

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 21 jun (Lisboa) -- Um estudo do Conselho Económico e Social (CES) defende a necessidade de "políticas e reformas" que assegurem ao mais idosos o acesso a "pensões adequadas" e a cuidados de saúde, "sem constituírem um peso insustentável para as gerações futuras".

"A compatibilização entre a prioridade da sustentabilidade financeira do país e as crescentes necessidades de largas camadas de idosos constitui uma preocupação política da primeira importância", refere o estudo "Envelhecimento da População Portuguesa: dependência, ativação e qualidade".

O estudo adverte que o aumento da esperança média de vida, associado à diminuição das taxas de fertilidade, conduzirá os países europeus a enfrentar, nas próximas décadas, um aumento considerável da proporção das pessoas mais idosas no conjunto da população, a par de um largo declínio do peso da população trabalhadora.