Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estado já perdeu mais 706 ME de investimentos dos particulares em dívida pública que o previsto no OE

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 21 dez (Lusa) -- O Estado perdeu 1.717 milhões de poupanças investidas pelos particulares em certificados de aforro este ano, pior em 217 milhões de euros que o previsto no Orçamento, conseguindo captar apenas 111 milhões em certificados do tesouro, contra 600 previstos.

De acordo com o Boletim Mensal do IGCP, o instituto que gere a dívida pública portuguesa, o Estado partiu para o início deste ano com 11.384 milhões de euros que os particulares tinham investido em certificados de aforro, que já tinham sido alvo de uma grande sangria em 2011.

No final de novembro deste ano, este valor desceu para 9.667 milhões de euros, 1.717 milhões de euros em termos líquidos (amortizações e emissões), valor que compara com uma previsão de saída líquida no Orçamento do Estado de 2012 na ordem dos 1.500 milhões de euros.