Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Estado da Nação: Portugal depende de "uma resposta existencial" para a Europa -- Soromenho Marques

Lusa economia

  • 333

Porto, 09 jul (Lusa) -- O antigo presidente da Quercus e atual docente na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Viriato Soromenho Marques disse à Lusa que Portugal está dependente de uma "resposta existencial" para a União Europeia (UE).

"Aquilo que nos preocupa é a dificuldade que continuamos a sentir no encontrar de respostas, porque, efetivamente, os problemas que o país tem hoje, a austeridade, o desemprego, a destruição do tecido económico, uma situação de soberania limitadíssima, todas estas situações radicam na incapacidade da União Europeia em encontrar uma resposta existencial ao seu desafio atual", considerou Soromenho Marques questionado pela Lusa sobre o estado da Nação, antes do debate com o primeiro-ministro, na quarta-feira, no Parlamento.

Segundo o catedrático, não foram ainda encontradas as "saídas, ou seja, as respostas necessárias que são a capacidade de sair de uma Europa fragmentada, dividida, que continua a pensar em Estados nacionais e não em termos de unidade europeia", um cenário que lamenta ver inalterado "a meio do ano" de 2012.