Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espanha: Se défice público não baixar ao ritmo exigido a crise prolonga-se - Governo

Lusa economia

  • 333

Madrid, 13 jul (Lusa) -- O défice público espanhol tem que baixar ao ritmo a que Espanha está obrigada, pelos seus compromissos europeus, e se isso não ocorrer a crise vai prolongar-se no país, afirmou hoje o ministro da Fazenda e Administrações Públicos espanhol.

Cristobal Montoro explicou, depois do Conselho de Ministros de hoje -- que aprovou parte do pacote de austeridade de 65 mil milhões de euros anunciado na quarta-feira pelo chefe do executivo, Mariano Rajoy - que as medidas aprovadas se inserem nos esforços do Governo cumprir as metas de défice comprometidas com Bruxelas.

Ao mesmo tempo, disse, inserem-se nas reformas estruturais que o Governo tem em curso, nomeadamente no que toca ao regime tributário e à administração pública.