Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espanha: Ministro de Economia confirma que ajuda à banca dispara défice em 2011 e 2012

Lusa economia

  • 333

Madrid, 1 out (Lusa) -- O ministro da Economia, Luis de Guindos, confirmou hoje que as ajudas públicas ao setor bancário espanhol, fizeram disparar o défice público em 2011, de 8,96 para 9,44 por cento, e o deste ano, do objetivo de 6,3 para 7,4 por cento.

Os dados do aumento foram divulgados no sábado, depois da entrega do Orçamento de Estado para 2013 no Congresso de Deputados pelo ministro da Fazenda espanhol, Cristóbal Montoro.

O aumento do défice representa, em termos globais, mais 16.600 milhões de euros de défice.