Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espanha: Governo traçou em abril objetivo adicional de 8,3 mil ME em impostos indiretos

Lusa economia

  • 333

Madrid, 11 jul (Lusa) -- O Governo espanhol antecipou o aumento do IVA, que em abril tinha previsto que só seria aplicado em 2013 para conseguir, com outros impostos indiretos, receitas adicionais de 8,3 mil milhões de euros.

Nessa altura, e segundo referiu o ministro da Economia Luis de Guindos, a receita adicional prevista por aumentos dos impostos indiretos seria aplicada, no próximo ano, como medida adicional de combate ao défice público.

Hoje, Mariano Rajoy concretizou que o aumento será de 3 pontos percentuais na taxa máxima (de 18 para 21 por cento) e de dois pontos na taxa intermédia (de 8 para 10 por cento), mas não avançou qual será o impacto desses crescimentos nas receitas do Estado.