Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espanha: Estado pode fazer despedimento coletivo se tiver défice ou sofrido cortes acima de 5%

Lusa economia

  • 333

Madrid, 30 out (Lusa) -- Os organismos e entidades do setor público espanhol que estejam em situação de défice ou cujos orçamentos tenham sido reduzidos mais de 5% nos últimos anos podem realizar despedimentos coletivos a partir de quarta-feira.

A possibilidade está prevista num novo decreto-lei (no âmbito da reforma laboral) que foi hoje publicado no Boletim Oficial de Estado (BOE) e que entra em vigor na quarta-feira.

Entre outros temas, o texto define os procedimentos de despedimento coletivo, suspensão de contratos ou redução da jornada laboral.