Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Espanha: BCE dececiona mercados, bolsa madrilena cai, risco da dívida aumenta

Lusa economia

  • 333

Madrid, 2 ago (Lusa) -- A bolsa espanhola e o mercado secundário da dívida reagiu hoje negativamente às declarações do presidente do BCE, Mario Draghi, com os juros a 10 anos a voltarem a superar a barreira dos sete por cento.

Pouco depois da conferência de imprensa do responsável do BCE a bolsa caia mais de 3,8 por cento, o risco da dívida - medido pelo diferencial entre os títulos espanhóis e alemães a 10 anos -- aumentava para 583 pontos base e os juros a 10 anos atingiam os 7,103 por cento.

Os analistas reagiam assim às declarações de Draghi que afirmou que o BCE está preparado para compra dívida soberana, mas que, segundo a imprensa espanhola, essa medida está condicionada a um eventual pedido de ajuda de Espanha e Itália ao fundo de resgate.