Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Energia, telecomunicações e portos na mira da Autoridade da Concorrência este ano

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 04 Jan (lusa) -- As prioridades da Autoridade da Concorrência (AdC) para este ano são monitorizar os efeitos concorrenciais na energia, nas telecomunicações e nos portos, e "atuar" para "fazer adotar" as novas regras comunitárias para operações transnacionais com cartões de pagamento.

A AdC salienta, em documento publicado, que a situação económica difícil que Portugal atravessa justifica um reforço este ano da política de concorrência "no sentido de assegurar as condições de funcionamento concorrencial dos mercados".

O combate aos cartéis e aos abusos de posição dominante são elencados nas prioridades no âmbito dos poderes sancionatórios, enquanto nos poderes de supervisão a AdC destaca três prioridades: cartões de pagamento, controlo de operações de concentrações e três setores "com efeitos transversais" na economia, a energia, as telecomunicações e os portos.