Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Energia: Cortes na garantia de potência podem ter efeitos negativos nos 'ratings' da EDP e Endesa - Moody's

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 29 ago (Lusa) -- Os cortes aplicados pelo Governo nos pagamentos aos produtores de eletricidade pela garantia de potência são negativos para os 'ratings' da EDP e da espanhola Endesa, afirma hoje a agência de notação financeira Moody's.

Numa nota publicada hoje, a agência decidiu sublinhar o efeito negativo para a EDP, dona da maior capacidade de geração de eletricidade, e para a espanhola Endesa (detida pela italiana Enel) que opera em Portugal.

"A 20 de agosto, a República de Portugal publicou uma ordem ministerial (pelo Ministério da Economia e do Emprego) que ativa uma parte de um lote mais vasto de medidas anunciado em maio de 2012 reduzindo os pagamentos pela garantia de potência aos produtores de eletricidade. Estas notícias cinfirmam o efeito negativo em termos de 'rating' [avaliação] para a dona da maior capacidade de geração de eletricidade, a Energias de Portugal (EDP), e também para a elétrica espanhola Endesa, detida pela italiana Enel", considera a vice-presidente da Moody's, Helen Francis.