Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Emigração: Impacto de curto prazo pode ser menos desemprego e mais remessas - Economistas

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 25 dez (Lusa) - A atual vaga de emigração poderá representar uma redução no desemprego e um aumento das remessas, mas os dados conhecidos são insuficientes para fazer previsões eficazes sobre o impacto dos fluxos migratórios, segundo economistas consultados pela Lusa.

Não há números exatos para a emigração nos últimos anos. O secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, estimou recentemente que entre 100 mil e 120 mil portugueses abandonaram o país em 2011, e que o número poderá ter aumentado este ano. Este número é muito significativo num país com uma população como Portugal: 1% da população.

No curto prazo, uma emigração tão significativa poderá ter impactos a nível do emprego ou da balança corrente.