Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Economista Silva Lopes acredita que vão ser aceleradas saídas dos funcionários públicos

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 07 nov (Lusa) - O economista Silva Lopes disse hoje que Portugal terá provavelmente de acelerar a saída de funcionários públicos e de cortar nas pensões para manter o Estado Social.

Questionado sobre se é possível manter o Estado Social cortando quatro mil milhões de euros na despesa do Estado, Silva Lopes, que falava à margem de uma sessão sobre a Europa, realizada em Lisboa, respondeu afirmativamente e apontou para dois setores em que os cortes se deverão fazer sentir.

Por um lado, disse, com uma população cada vez mais envelhecida, não é possível "manter as reformas mais altas".